OS EFEITOS DELETÉRIOS DO ATEÍSMO SOBRE O SER HUMANO E O RELATIVISMO DOS VALORES

O ATEÍSMO, a despeito de ser considerado apenas uma maneira não religiosa de se encarar o mundo, esconde por trás de si algo verdadeiramente ODIOSO. 

O ateu verdadeiro NÃO ACREDITA que exista acima de si um DEUS TODO-PODEROSO, criador de todas as coisas e que controla e gere inteligentemente o mundo. Assim sendo, o ateu não acredita que exista um SISTEMA MORAL ABSOLUTO, por meio do qual as pessoas devam se pautar e viver. E isso por que os ateus genuínos pensam que O BEM E O MAL são conceitos RELATIVOS e que variam com o tempo, com a cultura, com a evolução dos povos e com as conveniências de cada indivíduo. Para o ateu o que vale é "A LEI DA SELEÇÃO NATURAL DAS ESPÉCIES". Para tal "lei", sobrevivem os mais fortes e os mais adaptados: o resto deve morrer, a fim de ceder espaço para os mais capazes. Nesta realidade tudo é permitido e nada é proibido para se garantir a própria sobrevivência e da sua família. 


  • E É NESSE PONTO QUE O SISTEMA MORAL ATEU ENTRA EM COLAPSO! 


O Bem e o Mal sendo relativos e a Seleção Natural tomando conta da vida humana fazem com que todo aquele que se julgar "MAIS EVOLUÍDO NA ESCALA EVOLUTIVA", ou seja, mais rico, mais bonito, mais forte, mais inteligente, ou qualquer coisa mais que seja, se veja no "DIREITO" de fazer o que quiser diante dos "MAIS FRACOS E MENOS EVOLUÍDOS". 


  • A MORAL ATÉIA É RELATIVA E VOLÚVEL. 


Não há necessariamente um SISTEMA DE VALORES MORAIS, onde existam noções absolutas de BEM E MAL, mas somente regras de conveniência dependendo das circunstâncias. 

E NESSE "VALE TUDO" as pessoas se matariam, mentiriam, roubariam, trapaçeariam e se valeriam de todos os meios para VENCEREM NA VIDA, a fim de garantirem a propagação dos seus genes, em detrimento dos outros. 

O CRISTIANISMO NÃO É ASSIM. O CRISTIANISMO PREGA QUE HÁ UM DEUS TODO PODEROSO QUE É BOM E JUSTO E ESTÁ ACIMA DE TODOS NÓS. ESSE DEUS UM DIA PEDIRÁ CONTAS DE TUDO O QUE SE FAZ NA TERRA. E DARÁ A CADA UM SEGUNDO AS SUAS OBRAS.

Não fosse pelo CRISTIANISMO, o mundo permaneceria na mais completa barbárie e selvageria pagã.